Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência

Vem, bruxa

Marcadores:
Hu, bruxa, vem bruxa.An e On, vem bruxa!
Vassoura e caldeirão tripode aqui nas suas ancas.
Faz com gordura o homem,mandrágora e beladona.
Hei, bruxa onde está a sua salva, saliva de serpente?
Primavera e folhas secas,hu, hei, então é outono.
O círculo no chão, o círculo nos mamilos, o
Círculo bem aqui no meu umbigo, bruxa.
Galhudo e a Grande Mãe,vem, vem.
Solstício e equinócio,Marte e Saturno
Vem na penumbra sob luz de velas coloridas,vem

Vem, vem, vem,hu-hei-hu-hei.
E vem, na casca da tartaruga, An e On
E vem, no rosto que tem ruga, Hu-hei
E vem,no nariz uma berruga,vem, vem!

Um cálice, uma moeda, uma adaga e uma vara.
Hu, bruxa, vem bruxa.An e On, vem bruxa!
Inverno e tem sol, derrete a neve então é verão!
Em seu livro das sombras a verdade escrita na mão.
Norte você lê a minha sorte.
Vem, vem, vem,hu-hei-hu-hei.
Sul, você voa pelo céu azul
Vem, vem, vem,hu-hei-hu-hei.
Leste, vem e cura a peste,d`Oeste
Vem, vem, vem,hu-hei-hu-hei.

Hu, bruxa, vem bruxa.An e On, vem bruxa!
hu-hei
Vem, vem
An e On
vem bruxa,vem bruxa!
0 comentários:

Followers