Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência

Livro dos Mortos II - Blogs de Pessoas Mortas

Marcadores:
Livro dos Mortos II -
Blogs de Pessoas Mortas


Outrora falei do estranho paradigma, especialmente brasileiro, da fama post-mortem. Num ambiente como o dos weblogs , o sucesso depende quase sempre de apelação e futilidades, como blogs com fotos de meninas, blogs de sexo, ou blogs de pessoas mortas.Recentemente a wired publicou um artigo falando sobre o assunto.Na internet tornou-se famoso um weblog de Larissa Cervi Seletti, apelidado do Blog da Menina Morta(homenagem ao romance "Menina Morta", de Cornélio Penna),e o fato causou celeuma. Como apregoou Freud, sexo e morte andam de mãos dadas: uma leitora publicou um comentárioindignado questionando o que seriam daqueles que se masturbam(onanistas) olhando as fotos do menina morta . Eu respondo, voltando à questão de Eros e Thanatos: até hoje legiões de homens se masturbam vendo fotos da maravilhosa Marilyn Monroe Morta. Eu mesmo tenho fotos dela em casa e garanto que depois de morta ela continua tão maravilhosa quanto viva. Se a menina não quisesse que os garotos fizessem justiça com as próprias mãos, certamente não publicaria as fotos. Com certeza, lá no céu ela deve gostar de saber que a sua imagem é sexualmente admirável depois de morta. Ainda mais depois de morta.Bem, foi levantada a questão se o blog de Larissa seria verdadeiro ou não, porque tinha sido ativado pouco tempo antes da morte da menina. Provavelmente se trata de fato verdadeiro, porque realmente ocorreu um lamentável incidente num show pela paz em Curitiba, que vitimou três adolescentes, entre eles, a titular do blog.Este blog portanto é um legítimo Livro dos Mortos, um memento mori( não se esqueça, você irá morrer) como nos emblemas medievais.O blog de Alexandre Cruz Almeida é a referência para este artigo e foi o Bacterium a fonte da notícia do blog menina morta. O Marmota deu o link da Wired e do Alexandre Sena , que "traduziu" os trechos do blog em internetiquês para o português. Isto porque houve também uma segunda discussão levantada , a respeito da péssima linguagem, ortografia e gramática da menina, típica do "internetiquês", o idioma degenerado das conversas on-line, que pode ser lido em vários posts no , e merece alguns posts aqui no Areias também.


Followers