Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência
Marcadores:

In-certezas



Procurando palavras certas em lugares errados, encontrando no lugar errado o livro certo contendo idéias dúbias sobre coisa alguma. Assim descobrindo que alguma coisa é quase nada para quase ninguém, e que quase ninguém sabe alguma coisa sobre coisa nenhuma e que nenhuma coisa neste mundo substitui alguém que nos fale algo em lugar algum sobre um lugar-comum.Aprendendo que o desenganado é enganado quando lhe omitem a verdade, e que, se você voltar ao caminho antes de ter caminhado encontrará consigo mesmo e então nunca estará sozinho.E sempre dizendo que nunca devemos dizer nunca, porque o nunca é o eterno não-acontecer; e nada pode nunca acontecer senão nunca aconteceria nada e tudo deixaria de existir. E o todo é formado por todas as partes, mas nem todas as partes contém o todo; e, em toda a parte , parte do todo é todo partes.Tentando ter certeza de saber algo mas a única certeza que temos é a incerteza do que sabemos. E isto é certo quando parece errado, mesmo que nada pareça errado quando estamos certos.A ciência é a consciência da ciência de estarmos cientes, mesmo que mais tarde descubramos que estivemos inconscientes e aí a ciência vira história . E, finalmente despertamos e despertar , diferente de acordar, é estar consciente sem sair do lugar.E acordar é estar ciente de que o estado consciente é um estar a sonhar, mesmo que depois disso voltemos a acordar sem do sono conseguirmos despertar.
0 comentários:

Followers