Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência

THE CLUETRAIN MANIFESTO



http://www.cluetrain.com

(Parte 3 de 3)


62. Os mercados não querem conversar com charlatões e vendedores
ambulantes. Eles querem participar nas conversações que estão
acontecendo atrás do firewall corporativo.

63. Coloque-se em um nível mais pessoal: nós somos estes mercados. Nós
queremos falar com você.

64. Nós queremos acesso as suas informações corporativas, aos seus
planos e estratégias, seus melhores pensamentos, seu conhecimento
genuíno. Nós não vamos nos conformar com o panfleto de 4-cores, ou com
web sites cheio de frescuras visuais mas sem nenhum conteúdo.

65. Nós também somos os trabalhadores que fazem sua empresa caminhar.
Nós queremos falar diretamente com os clientes em nossas próprias
vozes, não em frases escritas em um roteiro.

66. Como mercados, como trabalhadores, ambos estamos cheios de obter
nossa informação por controle remoto. Porque nós necessitamos de
relatórios anuais impessoais e estudos de mercado de terceira-mão para
nos apresentarmos uns aos outros?

67. Como mercados, como trabalhadores nós perguntamos por que você não
está ouvindo. Você parece estar falando uma língua diferente.

68. O jargão inflado e pomposo que você utiliza por aí - na imprensa,
nas suas conferências - o que tem a ver conosco?

69. Talvez você impressione seus investidores. Talvez você impressione
Wall Street. Você não está nos impressionando.

70. Se você não nos impressiona, seus investidores estarão caindo fora.
Eles não entendem isto? Se eles entendessem, eles não deixariam você
falar desta forma.

71. Suas noções antigas sobre "o mercado" fazem nossos olhos revirarem.
Nós não reconhecemos a nós mesmos em suas projeções - talvez porque nós
sabemos que estamos em outro lugar.

72. Nós gostamos muito mais deste novo mercado. De fato, nós estamos
criando-o.

73. Você está convidado, mas é o nosso mundo. Jogue seus sapatos pela
janela. Se você quiser negociar conosco, desça do pedestal!

74. Nós somos imunes a publicidade. Esqueça.

75. Se você quiser que falamos com você, fale alguma coisa. Que seja
interessante para variar.

76. Nós temos algumas idéias para você também: algumas novas
ferramentas que precisamos, alguns serviços melhores. Coisas que
estamos dispostos a pagar. Tem um minuto?

77. Você está tão ocupado "fazendo negócios" para responder nosso
email? Oh, desculpe, nós voltaremos mais tarde. Talvez.

78. Você quer nosso dinheiro? Nós queremos sua atenção.

79. Nós queremos que você largue sua viagem, caia fora do seu auto-
involvimento neurótico, junte-se a festa.

80. Nào se preocupe, você ainda pode fazer dinheiro. Isto é, desde que
isto não seja a única coisa na sua mente.

81. Você percebeu que, por si só, o dinheiro é unidimensional e chato?
Sobre o que mais podemos falar?

82. Seu produto quebrou. Por que? Nós gostaríamos de perguntar ao cara
que o fez. Sua estratégia corporativa não faz sentido. Nós gostaríamos
de falar com o seu CEO. Como assim ele não está?

83. Nós queremos que você trate os 50 milhões de nós tão seriamente
quanto você trata um reporter do Wall Street Journal.

84. Nós conhecemos algumas pessoas da sua empresa. Eles são legais
online. Você tem mais destes escondidos por aí? Eles podem sair e
jogar?

85. Quando nós temos perguntas, nós nos apoiamos em nós mesmos para
obter respostas. Se você não tivesse um controle tão restrito sobre o
"seu pessoal" talvez eles poderiam estar entre as pessoas em que nós
nos apoiamos.

86. Quando nós não estamos ocupados sendo seu "target de mercado",
muitos de nós somos seu pessoal. Nós preferiríamos falar com amigos
online do que olhar o relógio. Isto poderia transmitir seu nome melhor
que seu web site de um milhão de dólares. Mas você diz para nós que
falar com o mercado é trabalho do Marketing.

87. Nós gostaríamos de saber o que está acontecendo aqui. Isto serial
muito bom. Mas seria um grande erro pensar que estamos esperando de
braços cruzados.

88. Nós temos coisas melhores para fazer do que esperar você mudar para
fazer negócio conosco. Negócio é apenas uma parte de nossas vidas.
Parece ser tudo na sua. Pense nisto: quem precisa de quem?

89. Nós temos o poder real e sabemos disto. Se você não consegue ver a
luz, algum outro verá e será mais atencioso, mais interessante, mais
divertido para jogar.

90. Na pior das hipóteses, nossa nova conversação é mais interessante
que aquelas feiras comerciais, mais engraçada que qualquer sitcom da
TV, e certamente mais realista que os web sites corporativos que
estávamos vendo.

91. Nossa lealdade é para com nós mesmos - nossos amigos, nossos novos
alidados e conhecidos, mesmo nossos companheiros de batalha. As
empresas que não tomam um partido neste mundo, também não tem futuro.

92. As empresas estão gastando bilhões de dólares no Y2K. Como é que
eles não podem ouvir o tic-tac desta bomba-relógio do mercado? Algo
mais importante está em risco.

93. Ambos estamos dentro das empresas e fora delas. Os limites que
separam nossas conversações parecem o Muro de Berlim hoje, mas eles
realmente são apenas uma amargura. Nós sabemos que eles cairão. Nós
iremos trabalhar de ambos os lados para derrubá-los.

94. Para as corporações tradicionais, conversações em rede podem
parecer confusas, podem soar confusas. Mas nós estamos nos organizando
mais rápido que eles. Nós temos ferramentas melhores, novas idéias,
nada de regras para nos fazer mais lentos.

95. Nós estamos acordando e nos linkando. Nós estamos observando. Mas
nós não estamos esperando.


-----------------------


Copyright © 1999 Levine, Locke, Searls & Weinberger.
ringleaders@cluetrain.com
Todos os direitos reservados.



Tradução: Felipe Albertão


Entretanto, direitos mundiais concedidos para uso não-comercial
na condição de que esta página permaneça intacta.
Rasgue-a, roube-a, web-a, envie-a, afixe-a.
Esta mensagem quer se MOVER!
0 comentários:

Followers