Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência
Marcadores:

7



Está alguém enfermo? Chame os sacerdotes da Igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. A oração da fé salvará o enfermo e o Senhor o restabelecerá. Se ele cometeu pecados, ser-lhe-ão perdoados.

Amém

Noberto errou porque acreditou que tinha o coração de pedra.
Por isso, será julgado por estátuas sem sentimentos.


Entre os elos invisíveis que prendem um pessoa a outra o mais forte é o do coração
entre as almas penadas, as razões do coração são as maiores responsáveis pela erraticidade.Mas as emoções podem se transformar...é no coração que o amor vira ódio;
é assim que o coração se endurece: com o sofrimento
e um coração de pedra só pode se amolecido pelo sofrimento.

Quando criança, Noberto sofreu ; a sua sensibilidade infantil tornou-se a frieza adulta. Como a mão outrora fina que, ao trabalhar, pouco a pouco se endurece pelo surgimento dos calos, o coração mole de uma criança se torna duro, como que calejado pelo sofrimento.
O seu pai bêbado batia na mãe drogada e a mãe drogada espancava Noberto. Entre a bebedeira de um e a viagem da outra, o dinheiro começou a faltar.
E os traficantes sabem bem como cobrar os juros de uma dívida: no código do tráfico, com a vida sauda-se uma dívida.

Noberto estava num lugar escuro como o útero materno, mas não tão acolhedor. Aquele lugar era ao mesmo tempo sufocante como uma solitária e desolado como uma cidade deserta. Parecia que ele estava caindo ou sendo acelerado para cima, sem sair do lugar. Vozes então interromperam a lembrança e pergutaram:

-- Qual é o seu nome, negrinho-menino-ladino?
-- Noberto Figueira.
-- Qual é o seu nome, o órfão que viu os pais morrerem diante dos olhos?
-- No-noberto Figueira.
-- ...o seu nome, criatura com o coração duro como pedra?
-- Noberto Figueira, eu já disse, caral...
Noberto não teve tempo de terminar de proferir a sua imprecação, foi interrompido pela passagem de olhos chamejantes e de um sorriso que se abriu na escuridão; era o gato que ri.


-- Noberto - disse uma voz familiar - o que eles perguntam não é o seu nome de batismo, seu prenome. O que eles perguntam não é o seu nome familiar, o seu sobrenome. O que eles perguntam é o seu nome de poder. Você tem um?

A voz familiar era a voz do Profeta.

-- Claro que não, porra!

-- Noberto, você corrompeu o seu nome de batismo quando os assassinos dos seus pais lhe pergutaram :

-- Qual é o seu nome, menino?

-- Norberto.

-- E você errou ao dizer o seu nome da maneira errada.Norberto, inves de Noberto. Você corrompeu o seu nome. Agora, ao mesmo tempo que amolecemos o seu coração de pedra, teremos que resgatar seu nome de batismo, e de nada adiantam chingamentos, o seu segundo erro...

continua...
0 comentários:

Followers