Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência
Marcadores:

Abrem -se as sete portas do inferno

3



Muito se falou a respeito das sete portas do inferno em literaturas proibidas aos leigos mundanos. Aqui eu, Nemesis, revelo as sete portas na terra por onde se adentra inda em vida nas agruras do inferno: o presídio, o hospital, o manicômio, a dor, o desejo, o vício, a pobreza.
Limitar a concepção de lugar ao aproveitamento do espaço pela arquitetura seria um grave erro; a dor, o desejo, o vício e a pobreza são também lugares, não se enganem.
Melhor do que limitar a sua percepção com proposições, explanações, e conclusões, mais valem exemplos.



A Lua ilumina hostes ocultas e perigos ocultos


A pobreza



Noberto Figueira nasceu um homem comum e este foi o gérmen maléfico do seu problema. Noberto vivia no inferno da pobreza e da fome desde os primórdios da sua existência. Aos oito anos , recrutado pelos traficantes de uma favela para tentar aplacar em sua vida a fome por dinheiro, o desejo por vida, o vício por prazer, o desejo por mais e a pobreza de espírito. E o que ele conseguiu traficando, espancando, intimidando, e finalmente estuprando e matando até os seus quatorze anos? Capturado e internado na FEBEM , descobriu-se viciado.
0 comentários:

Followers