Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência
Pobre povo pobre

Procurei palavras precisas para possibilitar pessoas parvas perceberem perversão, perceberem pichações permeando pacatas praças públicas , paz perturbada por profetas prevenindo, poetas propagando paixões pungentes, pervertidos poemas pastorais proferidos por pastores pregando , proibindo pecado, prometendo perdão para pessoas pobres. Porém proletários prosseguem pagando para prefeitos povoarem presídios para presidiários pretos pardos passarem pelo purgatório penal perpetuamente pago pelo paupérrimo povo . Patrões percorrem países, passeiam por penínsulas percorrem portos pelo Pacífico, passam por Paris, pagando preço pesado por perfumes proibidos para pobres. Pelo país, porém, pobres pedestres percorrem percursos perigosos passam pavor pisando pinguelas. Podre padrão: permite príncipes políticos poderosos, pés parlamentares pérfidos protegidos por pelica pisarem pés pobres, penalizando plebeus proletários. Parei para pensar, percebendo pássaros, pintassilgos pairando pelos prédios. Percebi possibilidades, pirações para parar para pensar: Por que políticos parecem piratas, pilhando patrimônio público? Poderiam permitir pobres partilharem pequena parte ...
0 comentários:

Followers