Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência

O Livro dos Dias: sábado.



O sábado, dia dedicado à Saturno, é o dia de festejar o nada das nossas vidas, no tentâmen de fazer desse nada algo - ou alguém - palpável.
No Livro dos Dias que se passam cada coisa ocupa o seu lugar. Num caderno marrom (diferente daquele azul, da crônica famosa) eu guardo os rascunhos de tudo o que se tornará textos virtuais ou mesmo reais. Ali, em meio a tantos outros, há um trecho da minha carta recente à Rael Isis que acabou não sendo selecionado para fazer parte da carta Labirinto que você encontrará em breve no meu blog de cartas Labirintos: a semelhança entre ambos não é mera coincidência. Sobre os labirintos da minha vida, consulte os Arquivos.


O Labirinto dentro de mim
Muitas vezes me perco dentro de mim, no labirinto que eu sou. Confundo-me em instantes em que não sei os meus limites, quando eu não sei quem eu sou ou quando termina o eu e começa você; ou mesmo se isso significa nós. Desconjugo os verbos que movem o meu mundo, diluo os substantivos que dão-lhe forma e formam o que eu sei. Desconjuro os demônios que são os meus vícios, e me redimo de pecados. Demolo a alvenaria feita com os tijolos de minhas ilusões e desfaço-me em muitas pessoas que se agregam na convecional forma que arbitrariamente acho que sou eu. Visito os meus amigos de tempos em tempos, (no cemitério das minhas lembranças ) sempre que surgem rachaduras nas minhas paredes . As pessoas são como edifícios, umas estão sobre as outras, verticalmente( os pais e os filhos) , o chão de uma é o teto da outra; outras pessoas são vizinhas adjacentes(os parentes), que dividem a mesma parede mas acham que ela é só sua. Há os que moram de frente(os amigos) e os que moram nos fundos( os inimigos), e os que moram dentro ( do nosso coração:os amores). Enfim, a humanidade é um labirinto formado por edifícios de vidas humanas.


Tempo de agradecer

- Obrigado ao velho Alessandro "Al" Bacelar pela Internet de grátis que estou usando agora;
- Obrigado por Beck ter me ensinado tudo sobre Internet.


0 comentários:

Followers