Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência
Sobre a série Arquétipos urbanos:

O que me motivou a escrever a série Arquétipos urbanos foi o próprio desconhecimento destes tipos básicos, dos quais todos nós somos uma mistura, que se atropelam e acotovelam pelas cidades do mundo. A série é um guia para tudo o que escrevi e escreverei a seguir, e pelo visto está agradando aos blogueiros de maior valor e respeitabilidade como a Débora do blog Expressões Letradas que me enviou um doce e poético e-mail, como ela própria é doce e poética. A você, débora, eu dedico mais um Arquétipo urbano ( e tomara que você nunca se depare com ele!)

Série de quadrinhos Creeps


Cuidado, à qualquer momento você pode se deparar com um Arquétipo urbano e não saber como lidar com ele




símbolo = arquétipo = mito

Arquétipo urbano 8: ladrão

São os gatunos, os batedores de carteira, os assaltantes de bancos, e os ladrões de colarinho branco:aqueles que abastecem os noticiários policiais.


descrição
Você não os vê até que seja tarde demais. Camaleões, especialistas em camuflagem, disfarce e ocultamento,eles se parecem com todos e ao mesmo tempo com ninguém. Variam a maneira de agir e de se vestir.Porém, se você teme o típico ladrão à "mão armada", saiba que ele é o menos temível .O pior é o ladrão banqueiro, o ladrão empresário, o ladrão político : o ladrão de colarinho branco, disfarçado de arquétipo de executivo. São esses os verdadeiros ladrões, que aumentam a pobreza do país enquanto enriquecem. Eles são os pais de todos os ladrões, as matrizes arquetípicas de ladrões que geram todos os outros.

habitat: a Câmara, o Parlamento, o Palácio do Planalto, a Prefeitura, as ruas, o mundo
aparência: todas e nenhuma
marcas e sinais: ex-presidiários têm a marca de cada mulher amada tatuada pelo corpo, cicatrizes de estiletes e tiros. Bandidos do colarinho branco têm marcas tipo: Mercedes,Ferrari. Rolex,Havana, Ray Ban, Kenzo, Cartier, etc.
utilidade: os ladrões comuns tiram de quem tem e dão a quem não tem; os ladrões do colarinho branco tiram de quem não tem e dão a quem tem. Servem para nos conscientizarmos de que o capitalismo não é um sistema justo
periculosidade:extrema, podem até matá-lo
modus operandi: seguem um plano mais ou menos elaborado, agem de surpresa e tiram os seus bens materias, do menos ao mais precioso ( a vida)

objetos e armas: armas de fogo(ladrões comuns), caneta Mont blanc(ladrões de colarinho branco)
nome científico: molaestiae socialis

Amanhã, o Arquétipo do playboy


Se alguém se habilitar, mande-me uma caricatura, desenho, ilustração, charge do ladrão, que publicarei aqui


0 comentários:

Followers