Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência
Eu invoco aos silfos e a todos os espíritos do ar. Eu invoco, com a força do sibilo de uma serpente, eu invoco.
Eu, Gregory Grimaud, sete vezes sábio, sete vezes secreto, eu invoco. Com o sibilar de uma serpente , eu invoco, com o ronronar de um gato preto, eu invoco,com o sopro que apaga a chama de uma vela ao se completar os sete anos, eu invoco. Eu invoco como o último suspiro de um ancião, eu invoco, pela primeira lufada de ar de uma criança, eu invoco, com o ar dos meus pulmões, eu invoco.
Que o mesmo vento que levou a foto das lembranças do nosso coração traga-a de volta.

Eu rogo, eu peço, eu exijo: pelo poder de Metatron,eu rogo, eu peço, eu exijo: pelo poder da Verdade e da Revelação, eu rogo, eu peço, eu exijo!

0 comentários:

Followers