Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência
O meu sonho dos assassinos canibais das trevas além de ter um ar de FC trash ou de HQ barata reflete os dias que tive que ir ao hospital com a minha avó, dias que decretaram um recesso forçado nas minhas atividades virtuais on-line neste blog. Também notei uma estranha semelhança - naquele particular do mal me perseguindo-, com o meu poema Egonomia, publicado aqui no Areias ao Vento.

...E a sua residência
É tal uma fortaleza
Protegida
Pelo criador de tudo
Contra ela só podemos
Gritar imprecações
Bravatas inúteis,mas...



No último dos dias
Seremos milhões
E, ele estará só
Assim como outros
Existirão separados
Estarão sem forca
Esperemos...

0 comentários:

Followers