Areias ao Vento
Sobretudo sobre o nada da existência arte,filosofia,e ciência; sobre tudo e sobre nada:do oculto e da sapiência
Sofre( r ) dor

O telefone toca e não é amigo para conversar, mas é um cobrador para cobrar. Nada de estranho, cobrar é o verbo que os cobradores devem saber conjugar se quiserem continuar a serem substantivos . Chegam cartas, mas não são cartas de amor ou cartões postais, são avisos de cobrança...tudo bem, porque toca a campainha ... uma visita inesperada que poderia ser uma bela mulher ou um amigo, mas é outro cobrador...Fugir de casa poderia ser uma ótima solução, mas o ônibus é como uma jaula ambulante que esconde uma fera enclausurada, um terrível predador faminto pelo conteúdo da sua carteira...adivinhe...o cobrador. Cobrador é aquele que cobra a dor...ele não é o causador da dor, senão se chamaria causador. Quando um cobrador não consegue cobrar, ele aciona um procurador : quando não conseguem achá-lo para causar-lhe dor, procuram você onde estiver, afoitos por causá-la...os indivíduos que procuram a dor dos outros são mais conhecidos como advogados. Se você tem dinheiro para pagar as contas, ainda não está livre, porque terá que pagar pela sua dor, o pagador de imposto de renda muitas vezes precisa de um contador (aquele que conta a dor dos outros ao pagarem as contas) ; se você achar um absurdo o que é cobrado, pode tornar-se um devedor : aquele que deve a dor ao governo.
Mas a pior desgraça é que nem sofrer é de graça...o sofredor, para sofrer a sua dor precisa de dinheiro para que torturadores prolonguem o seu sofrimento em camas de tortura em hospitais públicos... enquanto o seu corpo indigente é convenientemente utilizado como cobaia por estudantes de medicina que se formarão torturadores, que são os continuadores das dores, mais conhecidos como médicos. Não adianta fugir...de qualquer jeito eles te pegam, seu sofredor.Portanto nem a desgraça é de graça, ela é sem graça. A morte é engraçada...ela deixa as suas dívidas para os outros pagarem . Eu preciso morrer urgentemente...
0 comentários:

Followers